Jovem se entrega à polícia e revela crimes que cometeu em comunidade de São Gonçalo

Menor ajudou policiais a encontrar cemitério clandestino usado pelo tráfico
Um menor assumiu comandar o tráfico de drogas na comunidade do Arrastão, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, e também de ter ordenado a morte de rivais. Ele contou os crimes para a Polícia e revelou a existência de um cemitério clandestino utilizado por eles.
Os policiais fizeram uma operação na comunidade e encontraram uma casa que seria utilizada pelos criminosos. Dentro dela haviam drogas e um rádio transmissor, mas nenhum suspeito foi preso.
O adolescente ajudou na incursão dos policiais pela comunidade até o cemitério clandestino. As vítimas eram levadas para o local e após serem queimados, os corpos eram jogados de um precipício de 20 a 30 m.
O jovem confessou que era o chefe da favela do Arrastão. De acordo com ele, um dos corpos jogados na mata é de Jaílson Percilho dos Santos -conhecido como "Baiano". Ele tinha 36 anos e foi morto pelo próprio menor por vender armas para uma facção rival.
Assista ao vídeo:
Share on Google Plus

Sobre eskilo doido

Esta é uma breve descrição no blog sobre o autor. Editá-lo, No html e procurar esse texto
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial